Header Ads

Banho de sol, fonte de vitamina D


A exposição ao sol moderada é essencial para obter a quantidade de vitamina D necessária para nosso corpo 

vitamina d

A vitamina D é um nutriente especial, uma vez que pode ser obtido através dos alimentos e também sintetizado pelo corpo quando a luz solar entra em contato com a pele. Este micronutriente é essencial para a correta absorção de cálcio, enquanto permite ser absorvido pelos ossos e regular os níveis deste mineral no sangue.


O DILEMA DE SE EXPOR AO SOL

O sol traz inúmeros benefícios para a nossa saúde. A síntese da vitamina D é produzida quando a luz solar, especificamente ultravioleta fração B (UVB), entra em contato com a pele. Estudos indicam que a exposição insuficiente ao sol aumenta o risco de alguns tipos de câncer, como de cólon, mama e próstata, e até mesmo, curiosamente, também a pele.

No entanto, a exposição excessiva ao do sol aumenta o risco de câncer de pele, por isso é recomendado evitar horários mais quentes e sempre utilizar protetor solar.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), expor a face e braços ao sol durante cerca de 30 minutos por dia é o suficiente para obter os benefícios de uma produção adequada de vitamina D.


VITAMINA D EM ALIMENTOS 

O Instituto de Medicina dos Estados Unidos, além de uma exposição mínima ao sol, recomenda a ingestão diária de vitamina D, que atinge 15 micro gramas em pessoas com idade até 70 e 20 micro gramas para aqueles acima desta idade.

As principais fontes de vitamina D incluem alimentos que quase sempre fazem parte de nossa dieta habitual, como o peixe, ovos e sardinhas. Já em alimentos que não são habituais, a vitamina D pode ser encontrada no Óleo de fígado de bacalhau, salmão cozido, ostras cruas e fígado de galinha. É por isso que, além de analisar a dieta e comer os alimentos certos regularmente, não se pode esquecer a importância da síntese de vitamina D a partir de exposição ao sol.

Autor: Cientifico.tv


Con la tecnología de Blogger.